The Archie

sábado, dezembro 03, 2016

Não foi nada premeditado. Em um dia qualquer, fui ao pet shop comprar ração para o meu cachorro e vi uma gaiola no canto da loja, com meia dúzia de coelhos recém-tirados da toca. Eram menores do que a palma da minha mão estavam com o pelo cheio de terra, não era aquela bolinha branca, mas eu me encantei. Não fui eu que escolhi, ele me escolheu. Não resisti.

O nome Archie, tirei de um livro que estava lendo, e o personagem era descrito como alguém engraçado, alegre e lindo, não poderia ser melhor para a situação.

Já tive muitos animais de estimação (e ainda quero ter vários), mas esse realmente me ganhou. Ter um coelho não é nada que eu esperava, é como morar com outra pessoa, nem sempre ele quer papo comigo ou brincar. No começo eu nem queria sair de casa, cogitei inúmeras possibilidades para levá-lo para o meu trabalho, e meu chefe não ia gostar de nenhuma delas. Hoje ele tem dez meses, e meu instagram é praticamente dele, vamos passear no parque toda semana e aproveita para fazer sua escavação por lá. O Archie não gosta muito que eu o pegue no colo, isso já me rendeu belos arranhões, mas quem resistiria a não abraçar um coelhinho tão fofo? Eu também não.
E dá certo assim. Quando for adotar um animal de estimação pense bem no tempo que poderá dedicar a ele, não deve querer tê-lo apenas para enfeitar a casa.

Eles nos completam.

You Might Also Like

1 comentários