Eu Tenho Um Pote Da Felicidade

domingo, janeiro 01, 2017

Há alguns anos li um post que dizia: "Pegue um pote vazio e coloque no seu quarto. Toda vez que alguma coisa boa acontecer com você, não importa quão pequena seja, escreva em um papel porque está feliz, coloque a data, dobre o papel e coloque no pote", achei interessante e fiz.

Minha vida estava como um filme, quando a atriz saí cantando e dançando pela rua. Era um daqueles raros momentos em que você se dá conta que tudo está no seu lugar e não há mais nada que queira da vida, porque assim está bom. O céu é azul, e você passa a amar essa cor. É bem simples assim, e eu gostava quando era simples.

Peguei um pote de vidro e um post-it colorido. Apesar de ser bem óbvio o que escrever, eu não sabia por onde começar. Não é como uma lista de compras que você escreve o que quiser, eu tinha que ser específica, mas também não queria escrever algo banal como "Estou feliz porque retoquei as mexas". O ano estava no fim e esse era um projeto para o próximo ano, pensei que quando algo realmente importante acontecesse eu ia saber que deveria eterniza-lo naquele pote. E foi exatamente assim!

Eu, um skate, meia noite e dois cisnes. É muito curioso como os dias mais importantes da sua vida começam como mais um dia normal, e então você não espera nada dessas vinte e quatro horas, no entanto é bem aí que se surpreende. Sempre fui adepta a esportes radicais, porem nenhum equilíbrio físico para praticar nada, mas aquela noite eu tentei. O fim da contagem regressiva anunciou o ano novo, e nos encheu com aquela esperança boba de que dali para frente tudo ia ser extraordinariamente melhor. Eu acreditei.

Subi no skate com um calçado 42 e aquele vestido rodado, o calçado era dele, mas a imprudência foi minha. Era fácil não pensar nas consequências quando ele estava aqui sendo louco comigo, era fácil ser feliz. Aquela última noite aprendi a fazer um origami de cisne (que nunca mais consegui fazer igual). Aliás, foi bom ver que você o guardou. Esse foi o dia que eu resolvi escrever para começar. O que eu não sabia é que aquela seria a última noite, o último abraço, e eu só queria ter ficado mais.

Ele é aquele post-it verde no fundo do pote de vidro. Aquela carta que eu não terminei, é a foto engraçada que está no fundo do meu guarda roupa, todas aquelas coisas que eu não disse. O ano começou e prometeu ser melhor, mas como poderia sem você.

You Might Also Like

0 comentários